Tribunal de Justiça de RO recebe o Selo Diamante do Prêmio CNJ de qualidade 2021

Este site possui recursos de acessibilidade para web visando à inclusão e autonomia de todas as pessoas.

Sexta, 03 Dezembro 2021 17:10

Tribunal de Justiça de RO recebe o Selo Diamante do Prêmio CNJ de qualidade 2021

Este é o terceiro ano consecutivo que o TJRO recebe o reconhecimento nacional

 diamante2021 destaque externo

O desembargador Paulo Kiyochi Mori recebeu com emoção e gratidão o reconhecimento feito pelo Conselho Nacional de Justiça, na entrega do Prêmio CNJ de Qualidade, no qual o Tribunal de Justiça de Rondônia sagrou-se, pela terceira vez consecutiva, o Selo Diamante, honraria conferida ao três tribunais de Justiça que tiveram melhor desempenho nos quesitos medidos pelo Conselho que são governança, produtividade, transparência, qualidade da informação e avanços tecnológicos.

O TJRO obteve 82,2% da pontuação e, acompanhado dos TJs de Roraima (88,4%) e Distrito Federal e Territórios (91,6%), foi laureado como os três tribunais com Selo Diamante, ou seja, o três melhores do país entre os tribunais de Justiça estadual. Um feito inédito, que foi comemorado pelo presidente do TJRO, que acompanhou a solenidade com parte da equipe que o assessora na busca pelos resultados e metas propostas pelo Conselho.

0DiamanteSeloO anúncio foi feito pelo secretário na Secretaria Especial de Programas, Pesquisas e Gestão Estratégica do CNJ, juiz federal Marcus Livio Gomes, que explicou que são avaliados 137 critérios, para uma aferição complexa e sistematizada do desempenho dos 91 tribunais brasileiros. Os vencedores do Prêmio de Qualidade foram conhecidos durante o 15º Encontro Nacional do Poder Judiciário e contou com a participação de presidentes dos tribunais, integrantes da Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário, responsáveis pela área de Gestão Estratégica e servidores da área de estatística. Para a realização deste encontro, o CNJ organizou duas reuniões preparatórias, a primeira em maio e a segunda reunião em agosto, as quais tiveram o objetivo de analisar a execução da Estratégia Nacional do Poder Judiciário e formular as Metas Nacionais de 2022. Durante o evento, os presidentes dos 91 tribunais brasileiros, sob a coordenação do CNJ, também aprovaram as metas nacionais e específicas do Judiciário para 2022.

Durante a solenidade, um discurso do presidente Paulo Mori foi exibido em vídeo, no qual, dentre outros destaques, o desembargador falou da honradez de receber pela segunda vez seguida, mantendo o patamar com que recebeu. “Somos tri. Esse prêmio é comemorado por todos. Estamos felizes, pois apesar dos desafios que a pandemia trouxe, com muitas perdas e obstáculos, continuamos firmes, com serviços considerados de excelência. Nossa base está solidificada e, por isso, queremos mais”, afirmou. O magistrado evidenciou que conta com a cooperação de todos os atores essenciais à administração da Justiça como os advogados, membros do Ministério Público e Defensoria, além das procuradorias. “Nossas parcerias visam à sustentabilidade de nossa e das futuras gerações, inclusão, responsabilidade e foco na agenda 2030, da Organização das Nações Unidas”, disse o presidente.

A solenidade transmitida pela internet foi acompanhada no plenário do 5º andar do edifício-sede do TJRO, oportunidade em que o presidente, em ato informal, agradeceu a parte da equipe de assessores, diretores como os juízes Rinaldo Forti, secretário-geral, e Guilherme Baldan, auxiliar da Presidência, assim como o desembargador Álvaro Kalix Ferro, que exercia essa função até a promoção recente. A secretária titular do Gabinete de Governança do TJRO, Rosimeire Moreira, agradeceu pelo apoio, confiança e autonomia dada aos técnicos e especialistas dos setores envolvidos na busca de resultados expressivos para a instituição.

0DiamanteSelo2Essa confiança falada pela secretária foi a tônica das falas do secretário de Orçamento e Finanças, Alberto Ney, de Gestão de Pessoas, Gustavo Nicocelli, de Tecnologia da Informação e Comunicação, Ângela Carmem, e de Auditoria Interna, Simara Jandira. Os servidores Marcelo Lino (secretário administrativo em substituição) e Cilene Morheb (secretária judiciária em substituição), assim como os coordenadores Lucas Muniz (Orçamento), Felipe Pinheiro (Estratégia e Projeto) e Simone Norberto (Comunicação) e a diretora do Departamento do Conselho da Magistratura, Cecileide Correia, também falaram sobre a conquista, evidenciando pontos de suas áreas de atuação.  A chefe de Gabinete da Presidência, Ana Paula Souza, também participou da reunião.

O desembargador Paulo cumprimentou a todos os presentes e fez um destaque para o empenho e senso de pertencimento de magistrados, magistradas, servidoras e servidores, de cada fórum, de cada vara, em todas as comarcas. Para o desembargador, esse “vestir a camisa” do Judiciário é que faz com que os resultados no Prêmio de Qualidade do CNJ sejam tão expressivos. Se a Justiça está melhor em seus números e no desempenho de suas atribuições é porque o serviço prestado ao cidadão também é melhor”, afirmou. O presidente do TJRO exaltou a receptividade de sua gestão quando das visitas que faz aos fóruns do interior do Estado, oportunidade em que colhe impressões e renova sua motivação. A gestão do desembargador Paulo Mori atravessou todo o período de pandemia, sem que houvesse um dia sequer que a Justiça parasse. Tecnologia, planejamento, preparo e a persistência deram continuidade ao nível elevado com que a Justiça de Rondônia atendeu aos critérios de avaliação do CNJ. Preparo e disposição que mantiveram, também, elevada a qualidade do atendimento à população que procura o acesso à Justiça de Rondônia. “Vamos lutar para receber outras comendas que só fazem engrandecer a justiça de nosso país, sempre em busca da paz”, afirmou Paulo Mori.

 

Reação do Corregedor

edCcorregSelo

O presidente Paulo Mori destacou a atuação da Corregedoria-Geral da Justiça junto aos magistrados, magistradas, servidores e servidoras, cujo trabalho de trabalho de acompanhamento e orientação foram essencias para os altos índices alcançadas, em especial relacioados à produtividade, mesmo com as dificuldades enfrentadas no período, mantendo elevado o nível dos serviços prestados ao público.

“Nós somos tri”, comemorou o desembargador Valdeci Castellar Citon, corregedor-geral da Justiça, durante evento do Juizado da Infância da capital, ao noticiar aos presentes o êxito do TJRO no Prêmio CNJ de Qualidade pela terceira vez seguida. “Desde sempre o Tribunal vem sendo construído para essa finalidade, de sempre ter um serviço de excelência e nós estamos conseguindo pelo terceiro ano seguido com o Selo Diamante”, afirmou o corregedor, que parabenizou a todos pelo resultado positivo da Justiça Rondônia.

 

Clique aqui para ver a transmissão do evento do CNJ

 

Assessoria de Comunicação Institucional

Poder Judiciário de Rondônia

Poder Judiciário do Estado de Rondônia
Horário de Funcionamento:
(Segunda a Sexta-feira)
Público Geral: 7h às 14h | Plantão Judicial: 14h às 7h | Atendimento Virtual: 7h às 14h

Alô Justiça 0800-647-7077 | Geral (69) 3309-6648 / 6650 / 6651
Sede - Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria
Cep 76801-330 - Porto Velho, Rondônia

Dakota
Minimizar