Presidente Médici e Nova Brasilândia divulgam pauta de julgamento para novembro

Este site possui recursos de acessibilidade para web visando à inclusão e autonomia de todas as pessoas.

Quinta, 29 Setembro 2022 10:39

Presidente Médici e Nova Brasilândia divulgam pauta de julgamento para novembro

 

As comarcas de Presidente Médici e Nova Brasilândia d'Oeste divulgam suas pautas de julgamentos pelo Tribunal do Júri para o mês de novembro de 2022. Em Médici serão julgados quatro processos, nos quais todos os réus respondem a acusação em liberdade; já, em Brasilândia, haverá só um caso, em que o réu está preso.

As sessões solenes, nas duas comarcas, estão previstas para iniciarem às 8 horas.

Em Presidente Médici, o primeiro julgamento acontece no dia 1º de novembro, e quem se sentará na cadeira dos réus é Eliane Neves Lopes, que responde ao processo n. 0000956-87.2015.8.22.0006. Ela é acusada de tentativa de homicídio e homicídio qualificado. Eliane, no 8 de novembro de 2014, tentou provocar aborto e, assim, matar o feto, porém foi expulso com vida e sobreviveu. No dia 22 de dezembro de 2014, ela teria matado o seu filho com asfixia.

Já Roberto Félix Braga, que responde ao processo n. 0000173-22.2020.8.22.0006, será julgado no dia 4 de novembro. O réu, juntamente com Fernando de Souza Braga, é acusado de ter matado, com várias facadas, Celso Ferreira Bitencourt. Após a consumação do crime teriam ateado fogo na casa da vítima, causando a destruição do cadáver. A motivação seria ofensas da vítima contra a filha do acusado.

Prosseguindo às sessões solenes, no dia 14 serão julgados os réus Wagner Cardoso do Prado e Edson Campos, que respondem ao processo n. 0003087-50.2006.8.22.0006,  acusados de matar a tiros a vítima Sebastião Celso Evangelista dos Anjos, em um balneário. O crime aconteceu no dia 29 de janeiro de 2006.

No dia 2, finalizando a pauta de julgamento de Presidente Médici, o processo n. 0000157-05.2019.8.22.0006, por meio do qual serão julgados(as): Elza Eller de Carvalho, Geralda da Silva Peixoto, Sônia Eller da Silva, Gideon Santana Xavier e Maria Inês Eller Moreira, acusados de três homicídios, cometidos em datas diferentes.

No mês de março de 2008, ocorreu a morte da vítima Marcos Antônio Pinto de Souza; em novembro de 2018, os acusados teriam tentado matar a vítima João Ramos de Souza; crime que só foi consumado no mês de janeiro de 2019. Além dessas mortes, há também acusação de terem matado o adolescente Leonardo Almeida Meirelles. As mortes de João Ramos e Leonardo Almeida seriam para impedir a descoberta do primeiro homicídio e, dessa forma, ficarem impunes, visto que Leonardo e João tiveram participação no primeiro homicídio.

Já na Comarca de Nova Brasilândia d'Oeste, onde terá apenas um ato solene, será julgado, no dia 10 de novembro, o réu Luiz Carlos Renovato. Segundo a pauta, ele responde ao processo n. 0017290-67.2009.822.0020, por homicídio qualificado. O réu é acusado de matar, a tiros, a vítima Waldecir Scalzer, no dia 9 de junho de 2009. Na época do crime, Luiz Carlos cumpria pena por outro crime, em regime semiaberto.

 

Assessoria de Comunicação Institucional

Poder Judiciário de Rondônia

Poder Judiciário do Estado de Rondônia
Horário de Funcionamento:
(Segunda a Sexta-feira)
Público Geral: 7h às 14h | Plantão Judicial: 14h às 7h | Atendimento Virtual: 7h às 14h

Telefone (69) 3309-6237 (clique aqui)
Sede - Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria
Cep 76801-330 - Porto Velho, Rondônia

Dakota
Minimizar