%= render 'layouts/carrousel' %>
 55 Visualizações

Disau alerta sobre os cuidados e prevenção de doenças que são transmitidas por mosquitos

Dentre as doenças estão: Zica, chikungunya, dengue e febre amarela

10/05/2022 09:27

Sempre buscando o bem-estar dos servidores, servidoras, magistradas e demais profissionais do Poder Judiciário, a Divisão de Saúde do Tribunal de Justiça alerta para os principais sintomas e cuidados necessários como forma de prevenir para não contrair essas doenças, típicas no país.


O Aedes aegypti é o nome científico do pernilongo que transmite doenças chamadas arboviroses: dengue, febre amarela urbana, zika e chikungunya. Ele possui listras brancas no tronco, cabeça e pernas, característica que o diferencia dos demais mosquitos.

 





Dengue


Dentre os principais sintomas da dengue estão:  febre alta, dores musculares intensas, dor ao movimentar os olhos,  mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo. 


Em casos graves, a doença pode causar hemorragias, encefalopatia, choque circulatório, problemas cardiorrespiratórios, insuficiência hepática, hemorragia digestiva e derrame pleural, além de poder levar a óbito. Em caso de suspeita é fundamental procurar um profissional de saúde para o correto diagnóstico.


Sintomas da zika


A zika é uma doença que pode provocar paralisia, mas, na maioria das pessoas, que contraem o vírus, não apresentam manifestações clínicas, porém é importante se prevenir porque não existe um tratamento e vacina para o vírus. Seus principais sintomas são: febre, manchas na pele e coceira, podendo causar microcefalia em bebês nascidos de gestantes infectadas.


Sintomas da chikungunya


Os sinais e sintomas são clinicamente parecidos aos da dengue – febre de início agudo, dores articulares e musculares, dor de cabeça, náusea, fadiga e exantema (erupções na pele). A principal manifestação clínica que a difere são as fortes dores nas articulações, que muitas vezes podem estar acompanhadas de edema.


   

 Sintomas da febre amarela


Os sintomas da febre amarela são febre súbita,  calafrios, dor intensa na cabeça e nas costas, náuseas e vômitos. Em casos graves, a pessoa pode apresentar icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia (especialmente a partir do trato gastrointestinal) e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos.


Para prevenir a propagação desses vírus, algumas dicas importantes:



1- Usar tampas adequadas para manter caixas-d’água, cisternas, tonéis e outros recipientes que podem acumular água bem fechados;


2- Trocar diariamente a água dos bebedouros de animais e lavá-los. Se tiver plantas aquáticas, troque a água e lave, principalmente por dentro, com escova e sabão, assim como outros utensílios usados para guardar água em casa como jarras, garrafas, potes e baldes;


3- Limpar com frequência a piscina, a laje e as calhas removendo tudo que possa impedir a passagem da água. Ficar de olho no telhado e no terraço, caso more em apartamento, para evitar o acúmulo de água;


4- Usar água sanitária ou desinfetante semanalmente para manter os ralos limpos e verificar se estão entupidos. Não vai utilizá-los? Mantenha-os vedados;


5- Jogar no lixo todo objeto que possa acumular água;


6- Instalar a caixa do ar-condicionado de forma que não acumule água;


7- Preencher as depressões em terrenos que podem se tornar possíveis poças de água parada;


8- Deixar lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água, e 


9- Retirar água acumulada na área de serviço, principalmente atrás da máquina de lavar roupas.


Comunicação Interna 


Contato

Se precisar, entre em contato.

Tribunal de Justiça de Rondônia
Sede - Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria
Cep 76801-330 - Porto Velho, Rondônia
Alô Justiça: 0800-647-7077 Geral: (69) 3217-1152

© 2022 Divisão de Pessoal - Dipes
Versão do Sistema v0.0.4