Rondônia, 23 de junho de 2017.
Segunda, 25 Julho 2016 17:45

Sistema para digitalizar processos para o PJe é testado pelo TJRO

 Mais uma ferramenta de aperfeiçoamento do Processo Judicial Eletrônico – PJe, está sendo testada pelo Tribunal de Justiça de Rondônia, importante colaborador na busca de soluções para otimizar o sistema. Trata-se da digitalização dos processos físicos para importação para o PJe, que está sendo aplicada como projeto piloto na 6ª Vara Cível de Porto Velho.

A digitalização é um sistema que a informática já havia desenvolvido para transpor um processo do 1º grau (físico), para o Sistema Digital do Segundo Grau - SDSG (totalmente virtual). Como já vinha sendo utilizado há algum tempo, tinha características bem maduras para reaproveitamento como reconhecimento ótico de imagens, o que permite migrar os processos de forma leve e eficiente.

"A contribuíção da informática do TJRO foi aproveitar a digitalização para o PJe", contou o técnico Pablo Filleti Moreira, que participou da maratona do PJe, iniciativa do CNJ voltada para a melhoria do sistema por meio do desenvolvimento colaborativo de ferramentas pelos profissionais da área de TI dos tribunais.

A solução apresentada no CNJ agora está sendo testada aqui como piloto com bastante eficiência. "Estamos fazendo algumas correções, como a contagem de prazos e aumento da porta de entrega do PJe para processos com grande volume", observou Pablo, sobre os ajustes que estão implantando.

A grande vantagem da digitalização é que ela proporciona a unificação dos sistemas. Hoje, são vários em uso no Poder Judiciário de Rondônia (SAP, Projudi, SDSG, PJe). A ideia é que todos sejam tramitados eletronicamente.

A integração desses sistemas diminui o tempo de trabalho. Atualmente, quando entra um novo servidor no cartório, por exemplo, é preciso treiná-lo em pelos menos 3 sistemas diferentes. O mesmo ocorre com os relatórios, que precisam ser gerados em cada sistema.

Desde a implantação do Processo Judicial Eletrônico - PJe, há dois anos, o Tribunal de Justiça de Rondônia vem buscando soluções para aperfeiçoamento e otimização do sistema totalmente virtual de lidar com o processo que vem unificando os Tribunais brasileiros. Para isso, a Coordenadoria de Informática do TJRO está sempre em contato com o CNJ.

Assessoria de Comunicação Institucional

SEDE: Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria - Cep 76801-330 - Porto Velho - Rondônia [+ locais] |   Alô Justiça 0800-647-7077   Geral (69) 3217-1152
© 2016 TJRO - Coordenadoria de Informática. Todos os direitos são reservados.